Blog

Advogado especialista a um clique de distância!

Fique bem informado no blog da Advocacia Pontes Fialho & Junqueira

Eu posso alterar meu nome e sobrenome?

23 de fevereiro de 2021

As possibilidades de retificação do nome e sobrenome existem, para alterar, corrigir, incluir ou extrair, mas são excepcionais. O direito brasileiro impõe, desta forma, a imutabilidade do nome para garantir segurança jurídica às relações.

Assim sendo, a retificação de registro civil pode acontecer quando há informações incorretas no registro da pessoa, além também de ser possível quando o requerente deseja alterar o registro de seu gênero ou mesmo alguma parte de seu nome.

Estes são os exemplos mais admitidos:

1) quando o nome causa constrangimento ou leva a pessoa ao ridículo;
2) casos em que uma pessoa é homônimo de outra, isto é, possuem o mesmo nome, e isto pode levar a constrangimentos ou mesmo problemas perante à Justiça, Polícia, etc.;
3) em casos em que a pessoa possui um apelido notório, ou seja, exemplos como Xuxa e Pelé, que são mais conhecidos desta forma do que por seu nome registral;
4) em caso de adoção;
5) quando houver erros ortográficos;
6) em situações de reconhecimento de paternidade/maternidade sócio afetiva;
7) quando a pessoa se casa, incluindo o sobrenome do(a) companheiro(a), ou quando se separa, retirando este sobrenome.

Importante dizer que é possível a alteração por via administrativa, no próprio cartório de Registro Civil. Porém, depende muito do caso concreto e, se dessa forma não for possível, será necessária a demanda judicial.

Além disso, tem-se admitido, também, a exclusão de sobrenome por abandono parental e afetivo, como decidiu a 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Ademais, a retificação de nome de pessoas Trans tem passado por um processo mais rápido e fácil. Por envolver direito constitucional e da personalidade, o Supremo Tribunal Federal, em Ação Direta de Inconstitucionalidade 4.275, reconheceu o direito de pessoa trans/travesti de alterar seu nome no próprio cartório, independentemente de cirurgia de transgenitalização ou tratamento hormonal.

Por fim, vale ressaltar que a retificação não pode acontecer para, por exemplo, incluir uma identificação de práticas criminosas nem palavras de conotação ilegal.

Visite nosso site!

Por Mariana Pimenta com revisão do advogado Hyran Pontes

«
Advocacia Pontes Fialho e Junqueira - OAB/MG 4.006
MD7
Menu Advocacia Pontes Fialho & Junqueira Whatsapp Advocacia Pontes Fialho & Junqueira